O bebum e os bebedores

Um certo bêbado contumaz sancionou uma lei que dispõe o seguinte: não posso tomar nem um copo de cerveja e dirigir meu carro, pois poderei ser multado e preso! Um cara que enche a caveira todo dia, que alardeia sua paixão pela cachaça e que já foi taxado de bebum inveterado pelo New York Times, dirige uma Nação inteira e o que acontece com ele? Nada. Alguma coisa está errada … Acho que vou ter de tomar outra e ir para casa de monociclo.

Recado do Boechat

“Está na mão da população da capital paranaense permitir ou não que esse assalto à economia popular seja consumado pelos vereadores. Se vocês agirem como agem os portenhos quando lhes mordem o bolso, dificilmente suas excelências meteriam a mão no dinheiro público para se concederem aumento acima da inflação. Para que servem câmaras de vereadores? Tanto a de Curitiba como a de sua cidade que está nos ouvindo? Achou uma resposta? Não. Essa porcaria não serve para nada, essa é a verdade. Segundo, não servindo para nada, podem ficar ali tocando sua vida, fazendo homenagens, concedendo titulo de cidadão, não sei o quê, dando nome de placa de rua, levando uma “graninha” do empreiteiro para mudar o gabarito do bairro, A, B ou C. Não venham abusar! Se a população de Curitiba quiser, esse aumento não passa. Mas aí não pode ficar indo atrás da micareta, esperando para ver qual é a data do carnaval, o próximo feriadão não! Pega as panelas, bumbo, rojão, vai para a porta da Câmara de Vereadores, inferniza a vida deles até que eles percebam que não podem desrespeitar as pessoas desse jeito.”

Juquinha

A família está reunida na sala. Juquinha chega para o avô e pede:
– Vô, fecha os olhos.
– Pra que filho? – Pergunta o avô.
– Fecha os olhos!
– Está bom… – Diz o velho. E fecha os olhos.
– Xiii… não aconteceu nada! – diz o pestinha decepcionado.
– O que que você queria que acontecesse? – Pergunta a mãe.
– Bem, é que eu ouvi papai dizer que quando o Vô fechasse os olhos, nós íriamos nadar em dinheiro!

Virgindade

Uma mulher vai se casar, mas seu noivo não sabe que ela não é mais virgem…
Então para não decepcioná-lo na lua de mel. Resolve perguntar a uma amiga o que deveria fazer. A amiga lhe dá a idéia de, antes de transar, ela ir ao banheira com a desculpa de que vai se arrumar para ele, substituíndo o hímem por um pequeno balão (bexiga, bola de soprar…).
Aceitando a sugestão, na hora H pede ao marido que vá até ao banheiro enquanto ela se prepara para ele. Quando ele volta ao quarto, ela já está pronta em cima da cama, com uma pose bem sensual, esperando. O marido entra com as preliminares e, na hora da penetracão, ouve o pequeno estouro. Ele se assusta, interrompe o ato, olha para o pênis e fica estático.. Ela mais do que depressa pergunta:
– O que houve meu amor? Nunca viu um hímem??
O marido responde:
– Sim, mas nenhum escrito FELIZ ANIVERSÁRIO!!!

Dante Mendonça

No Brasil tem leis que pegam, outras que não pegam. A nova Lei Seca, que proíbe os motoristas de beber qualquer quantidade de bebida alcoólica, é uma lei que pode pegar. Pode pegar metade da população e botar na cadeia.
A radical Lei 11.705 deve provocar uma mudança de hábitos da população brasileira. Antes o cidadão podia ir ao boteco da esquina tomar dois copos de cerveja e voltar sozinho. Agora, é preciso voltar ao lado de um advogado. Com uma advogada, melhor.
Bons tempos aqueles, quando dizíamos que a melhor feijoada com caipirinha era aquela em que uma ambulância nos esperava no lado de fora do restaurante. Hoje, para não fazer a digestão com o delegado, uma ambulância é mais do que necessária.
Ou então o marido liga para a mulher:

— Querida, venha correndo pagar a fiança e me tirar da cadeia!

— O que aconteceu?
— Tomei uma batida de limão e uma batida da polícia!
O amigo do balcão sabe quanto de álcool é agora permitido beber antes de dirigir? Nada. Absolutamente nada! E sabe quanto tempo o álcool permanece no sangue após o consumo e depois de quanto tempo o motorista poderá dirigir? Segundo a médica Júlia Greve, do Departamento de Álcool e Drogas da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), “um copo de cerveja demora cerca de seis horas para ser eliminado pelo organismo. Uma dose de uísque demora bem mais tempo do que isso. O mais garantido é que o motorista possa dirigir depois de 24 horas. Se estiver de ressaca e com sintomas provocados pela grande quantidade de álcool consumida, o melhor é ficar em casa. Esse é o momento em que o álcool começa a ser tóxico e permanece no corpo por mais tempo”.

Tolerância zero até na sobremesa. Em Santa Felicidade, nem é bom chegar perto do “Sagu com vinho”. No Restaurante e Bar Palácio, esqueça o “Mineiro com botas”, que é flambado com conhaque. O álcool usado no preparo pode ser detectado. A quantidade é mínima, mas também será registrada pelo exame de bafômetro e de sangue. Quanto à higiene bucal, atente para os produtos que contêm álcool.
Com a nova Lei Seca vai nascer uma nova tendência de mercado: as “Baladas da Vizinhança”. Quem mora no Bacacheri vai se encontrar com a turma no Bar do Edmundo. Quem mora no Batel, não sai do Batel. Quem mora no Portão, o melhor boteco é o mais próximo do portão de casa. E os que quiserem se deslocar do Portão ao Bacacheri, que chamem os motoristas dos deputados que assinaram essa lei carente de bom senso. Curitiba, enfim, vai ganhar a linha de ônibus InterBares, que venho sugerindo faz tempo. Outra sugestão é para o cidadão preencher um protocolo, a ser entregue aos gerentes dos bares, restaurantes e clubes. Quem chega dirigindo o carro, ao sair paga a conta, a fiança e a multa. Sem maiores burocracias.
A lei vale para qualquer condutor e em qualquer lugar onde puder circular um veículo. Portanto, quem estiver planejando casar os filhos no concorrido Santa Mônica Clube de Campo (distante 25 quilômetros de Curitiba), que consulte antes um advogado. Todos os convidados podem terminar a noitada no xilindró, inclusive o padre, e os pais dos noivos podem ser acusados de co-responsabilidade, por incentivo e indução ao crime.
Olho por olho, dente por dente, copo por copo. Casamentos, aniversários, formaturas, comemorações de fim de ano, os legisladores estão nos obrigando a realizar todas as festividades com a deliciosa Gengibirra Cini. Assim, vamos exigir exemplos recíprocos: neste ano eleitoral, não pode ser servida uma mísera cerveja nos jantares políticos em Santa Felicidade.
Dirigir embriagado é uma estupidez. Quem está no volante não bebe. Ou bebe e chama um táxi. Álcool e direção não se misturam, assim como cachaça e limão. No entanto, exageraram na dose. Da mesma forma que um garçom mede uma dose de uísque, os parlamentares deviam ter medido melhor a lei. Embriagados pelos eflúvios de Brasília, como sempre, legislaram sem moderação. Parece que bebem!

Dante Mendonça [29/06/2008]O Estado do Paraná.

DIÁRIO DE UMA MULHER CASADA, NUM CRUZEIRO MARÍTIMO(sozinha)

Querido Diário… 1º Dia:
Já estou preparada para fazer este maravilhoso Cruzeiro que ganhei de presente do meu marido… Trouxe na mala minhas melhores roupas! Estou excitada !!!
Querido Diário… 2º Dia:
Estivemos todo o dia navegando. Foi lindo e vi alguns golfinhos e baleias! Que viagem maravilhosa estou começando!! Hoje me encontrei com o Capitão, que por sinal é um belo homem!
Querido diário… 3º Dia:
Hoje estive na piscina. Fiz também um pouco de surf e joguei um pouco de golfe. O Capitão me convidou para jantar em sua mesa. Foi uma honra e a noite foi maravilhosa. Ele é um homem muito atraente e culto.
Querido diário… 4º Dia:
Fui ao Cassino do navio! Tive muita sorte, pois ganhei U$80. O Capitão me convidou para jantar com ele em seu camarote. A ceia foi luxuosa com caviar e champanhe. Depois de comermos ele perguntou se eu ficaria em sua cabine, mas recusei convite. Disse a ele que não queria ser infiel ao meu marido.
Querido diário… 5º Dia:
Hoje voltei à piscina para me bronzear um pouco. Depois, decidi ir ao Piano Bar e passar ali o resto do dia. O Capitão me viu e me convidou para tomar um aperitivo. Realmente ele é um homem encantador. Perguntou-me de novo se eu queria visitá-lo em seu camarote naquela noite. E eu lhe disse que não! Então ele falou que se eu continuasse respondendo não, ele iria afundar o navio! Fiquei aterrorizada!
Querido diário… 6º Dia:
Hoje salvei 1600 pessoas… três vezes!!!!!

O Portugues visitando Manaus

Um português chegou no hotel em Manaus, e como estava muito quente, ele abriu a janela. Só que começaram a entrar vários pernilongos.

Então, ele ligou para a recepção e reclamou.

– Boa tarde, estou com muito calor e com a janela aberta vários mosquitos estão a entrar em meu quarto e a me incomodar.

A atendente responde:- Se o Senhor desligar as luzes de seu quarto, eles irão embora.

Ele fez o que ela disse e realmente estes se foram.

Depois de um tempinho, começaram a entrar vários vaga-lumes, e então ele tornou a ligar para a recepção reclamando.

E a atendente:- Mas o que foi agora?

Ele responde:- Não adiantou, os mosquitos voltaram com lanternas.