Olho no olho

Qual o pior constrangimento? Ser assaltado, ter o domicílio invadido ou ser obrigado a comparecer em juízo para reconhecer o criminoso e acusá-lo cara a cara, olho no olho? São circunstâncias diferentes, é claro, mas igualmente desconfortáveis.

No jornal O Globo da semana passada, a atenta cronista Cora Rónai levantou o véu de um relaxo no sistema judiciário que poucos têm a coragem de mostrar: a forma com que o cidadão é tratado dentro dos órgãos públicos, que presumimos competentes. Contou Cora Rónai da intimação recebida de um oficial de justiça, para se apresentar como testemunha de um assalto no qual levaram todos os seus pertences num arrastão em Botafogo.

"A audiência estava marcada para as 14h. (…) A meritíssima só chegou bem depois, e isso porque a Laura, sempre tão calma, ficou uma fera com o atraso e ameaçou ir embora. Faz sentido. Um funcionário pago pelo público tem a obrigação de atender bem ao público que o paga. Se vamos ao dentista e ele nos dá um chá de cadeira, sempre temos a opção de mudar de dentista; mas ninguém tem a opção de mudar de juiz. Mais tarde, Laura acrescentou uns ipsilons: "Não fiquei passada só com o atraso da doutora, que acabou nem sendo tão grande quanto eu esperava, mas pelo fato de que, quando perguntei quanto tempo ainda ia levar até podermos prestar depoimento, a resposta ter sido a inevitável ‘não há previsão’. Como assim?! Tem que haver previsão! Expliquei que tinha aulas para dar, e disseram: "Ah, mas com o atestado daqui, sua falta será abonada’. Quer dizer, cada um defende apenas o seu! E os alunos, esperando na sala de aula, alguns vindos de longe?

O que interessa a eles se a falta foi ou não foi abonada? Eu não terei desconto no salário, mas e os autônomos que são convocados? Os taxistas, as costureiras, os camelôs – alguém paga o prejuízo que eles têm quando passam uma tarde inteira esperando para depor?. (…) Quando uma pessoa se apresenta como testemunha e vítima de assalto, deveria ser tratada com a máxima gentileza pelas autoridades. Afinal, já passou por uma agressão. Expressões simples como ‘desculpe’ e ‘por favor’ (sem falar em ‘obrigado por virem dar seu depoimento’) fariam toda a diferença. Nenhuma delas, porém, faz parte do vocabulário da 35.ª Vara Criminal".

Na mesma crônica, Cora Rónai publica a experiência de um brasileiro perante um juiz americano. Vejamos a diferença:

"Eu sei que esse país tem fama de careta, quadrado e cheio de regras, para ficar só nos adjetivos ‘simpáticos’. Mas uma coisa dessas raramente aconteceria aqui. Noutro dia fui multado por, teoricamente, ultrapassar o limite de velocidade; mas eu sabia que não havia ultrapassado limite algum. Liguei para a corte, dizendo que gostaria de explicar ao juiz que a rua onde moro acaba de ter o limite de velocidade alterado. Recebi uma carta, com dia e hora marcados para comparecer diante do juiz e do policial que me multou. Cheguei com um pouco de antecedência, fui chamado pontualmente e nem precisei explicar a situação.

O policial se desculpou perante o juiz por não saber que o limite havia mudado naquela área, e o juiz, por sua vez, se desculpou pelo Estado, e por ter perdido o meu tempo. Dois dias depois, recebi uma carta do State of Texas, pedindo desculpas pelo mal-entendido e agradecendo minha confiança no sistema jurídico. Quer saber? Achei muito civilizado".

***

Ao contrário de Cora Rónai, nas poucas ocasiões em que fui intimado a comparecer ao Judiciário, aqui em Curitiba, não tive do que me queixar. De desagradável, só o fato de ter que voltar a ver a cara do ladrão perante o juiz, e confirmar as acusações. Depois de a casa ser assaltada, a intimidade arrombada, rever o bandido é outra violência. Uma experiência a ser esquecida, se possível fosse. Ainda mais quando o meliante, cara a cara, parece dizer com o olhar: – Me aguarde: dentro em breve te revejo na esquina da tua casa!

Dante Mendonça (19/4/2009) O Estado do Paraná.

Foco no problema

O sujeito vai ao psiquiatra
– Doutor – diz ele – estou com um problema:
– Toda vez que estou na cama, acho que tem alguém embaixo.
– Aí eu vou embaixo da cama e acho que tem alguém em cima.
– Pra baixo, pra cima, pra baixo, pra cima. Estou ficando maluco!
– Deixe-me tratar de você durante dois anos, diz o psiquiatra.
– Venha três vezes por semana, e eu curo este problema.
– E quanto o senhor cobra? – pergunta o paciente.
– R$ 120,00 por sessão – responde o psiquiatra.
– Bem, eu vou pensar – conclui o sujeito.
Passados seis meses, eles se encontram na rua.
– Por que você não me procurou mais? Pergunta o psiquiatra.
– A 120 paus a consulta, três vezes por semana, durante dois anos, ia
ficar caro demais, ai um sujeito num bar me curou por 10 reais.
– Ah é? Como? Pergunta o psiquiatra.
O sujeito responde:
– Por R$ 10,00 ele cortou os pés da cama…
Muitas vezes o problema é sério, mas a solução pode ser muito simples!

HÁ UMA GRANDE DIFERENÇA ENTRE FOCO NO PROBLEMA E FOCO NA SOLUÇÃO. PENSE NISSO!!!

Frases de efeito (moral)

 

1. ‘O amor é como capim: você planta e ele cresce. Aí vem uma vaca e acaba com tudo.

2. ‘O novo e-mail do governo é: planalto@lheira.gov.br

3. ‘Estamos numa época em que o Fim do Mundo não assusta tanto quanto Fim do Mês

4. ‘O homem é o único animal que consegue estabelecer uma relação amigável com as vítimas que ele pretende comer.’

5. ‘Tamanho não é documento e dinheiro não traz felicidade’. (Autor desconhecido,pobre e de pinto pequeno)

6. ‘Nunca fiz amigos bebendo leite’

7. Comer Puta é igual Bug Jump: a emoção é Grande, mas se estourar a borracha você tá fudido!!!

8. ‘Acho que estou com anorexia: Não estou comendo ninguém!’

9. ‘De que adianta a beleza interior da mulher, se o pênis não tem olhos?

10. ‘O homem pensa demais porque tem 2 cabeças e… A mulher fala demais porque tem 4 lábios !!!’

11. Quer conhecer tua namorada… CASA!  Quer conhecer tua mulher… SEPARA!!!

12. Quando me casei, descobri a felicidade. Mas aí, já era tarde demais…

13. Casamento é uma tragédia em dois atos: civil e religioso

14. Amor é aquilo que começa com um príncipe beijando um anjo e acaba com um careca olhando para uma gorda.

15. Velho é aquele que quando jovem costumava ter quatro membros flexíveis e um duro. Agora tem quatro duros e um flexível.

16. Status é comprar uma coisa que você não quer, com um dinheiro que você não tem, para mostrar pra gente que você não gosta, uma pessoa que você não é.

17. Feliz é aquele que é tão bonito quanto a mãe acha que é. Tem tanto dinheiro quanto o filho dele acha que tem. Tem tantas mulheres
quanto a mulher dele acha que ele tem. E é tão bom de cama como ele acha que é

18. ‘Quem trabalha muito, erra muito. Quem trabalha pouco, erra pouco. Quem não trabalha não erra. E quem não erra… é promovido.’

19. ‘Como é difícil se livrar de uma mulher fácil.’

20. ‘Sabe o que o argentino tem mais que o brasileiro? Tem mais é que se fuder’

21. ‘A verdadeira bravura está em chegar em casa bêbado, de madrugada, todo cheio de batom, ser recebido pela mulher com uma vassoura na mão e ainda ter peito pra perguntar : vai varrer ou vai voar?’

22. ‘Casamento é igual piscina gelada, depois que o primeiro tonto entra, fica falando para os outros: – Pula que a água tá boa.’

23. ‘Eu li que fumar fazia mal, então parei de fumar…> Li que beber fazia mal, então parei de beber…> Li que comer gordura fazia mal, então parei de comer…> Li que sexo fazia mal, então parei de LER!!!’

24. ‘Um cigarro encurta a vida em 2 minutos… Uma garrafa de álcool encurta a vida em 4 minutos… Um dia de
trabalho encurta a vida em 8 horas’

25. ‘Mulheres são como piscinas: O custo da manutenção é muito elevado se comparado ao tempo que passamos dentro delas.’

26. ‘Se você sentir duas bolinhas encostando na sua bunda, não se preocupe, o pior já passou’.

27. ‘Quem enxerga mais longe é o ginecologista… porque enxerga lá na casa do c……’

28. ‘Se caminhar fosse bom para a saúde o carteiro seria imortal’

29. ‘Se você é capaz de sorrir quanto tudo deu errado, é porque já descobriu em quem pôr a culpa.

30. ‘A posição sexual que os casais mais usam é a de cachorrinho: o marido senta e implora… a mulher rola e finge de morta!!!’

31. ‘90% do meu dinheiro eu gasto com bebida. Os outros 10% são do garçom’

32. ‘Duro mesmo é quando…. você é um gêmeo Siamês. Seu irmão, colado no seu ombro, é gay. Você não é.. Ele tem um encontro
esta noite. E vocês, só têm uma bunda’

33. ‘Galileu, quando afirmou que o mundo girava ele simplesmente afirmou o que nós bêbados já sabiamos.

34. ‘Crianças no banco dianteiro podem causar acidentes… Acidentes no banco traseiro podem causar crianças.’

35. ‘Eu bebo pra ficar ruim mesmo… se fosse para ficar bom eu tomava remédio’.

36. ‘A diferença entre uma mulher na TPM e um sequestrador, é que com o sequestrador ainda existe uma possibilidade de negociação.’

37. ‘Se não puder ajudar, atrapalhe, afinal o importante é participar.’

38.’Errar é humano. Colocar a culpa em alguém é estratégico.’

39. ‘ Sexo é como truco, Se você não tem um bom parceiro, é melhor que tenha uma boa mão… ‘

40. ‘Os homens mentiriam muito menos se as mulheres fizessem menos perguntas’

41. ‘Marido é igual a menstruação: Quando chega, incomoda; quando atrasa, preocupa’

42. ‘Se o horário oficial é o de Brasília, por que a gente tem que trabalhar na segunda e na sexta?’

43. ‘Errar é humano, persistir no erro é americano,acertar no alvo é muçulmano.’

44. ‘Roubar idéias de uma pessoa é plágio… Roubar de várias, é Monografia’

45. ‘Nas horas difíceis da vida você deve levantar a cabeça, estufar o peito, e dizer de boca cheia: Agora fudeu…!!!’

46. ‘Já que cada vez mais as mulheres estão indo em busca de seus direitos, bem que na volta poderiam trazer uma cerveja…’

47. ‘Mulher feia é que nem muro alto, primeiro dá um medo…. mas depois a gente acaba trepando.’

48. ‘Não te cases por dinheiro, podes conseguir um empréstimo bem mais barato.’

49. ‘Casar é a metade do divertimento pelo dobro do preço’

50.’ Há 2 palavras que abrem muitas portas: Puxe e empurre. ‘

51. ‘Não há melhor momento do que hoje para deixar para amanhã o que você não vai fazer nunca’

52. ‘Todos os cogumelos são comestíveis… porém alguns só uma vez’

53.’Se tamanho fosse documento o elefante era dono do circo.’

54. ‘Mulher feia é que nem pantufa….. dentro de casa é até gostoso, mas pra sair na rua dá uma vergonha…’

Acordo Ortográfico

O que muda:

ACENTO CIRCUNFLEXO

Não se usa mais nas palavras terminadas em êem e ôo(s).

Ex: abençôo vira abençoo e dêem vira deem

ACENTO AGUDO

Não se usam mais nos ditongos abertos éi e ói das palavras paroxítonas (que têm acento tônico na penúltima sílaba)

Ex: geléia vira geleia e jóia vira joia

ACENTO DIFERENCIAL

Não se usa mais nos pares.

Ex: pára/para, péla(s) /pela(s), pêlo(s) /pelo(s), pólo(s) /pólo(s) e pêra/pêra.

Permanecem os acentos que diferenciam o plural do singular.

Ex: (eles têm/ele tem), os acentos em pôde/pode, pôr/por e forma/fôrma.

HIFÉN

Deixará de existir quando:

O prefixo termina em vogal diferente da vogal com que se inicia o segundo elemento.

Ex: aero-espacial vira aeroespacial e auto-escola vira autoescola

O prefixo termina em vogal diferente da vogal e o segundo elemento começa por r ou s duplicam-se essas letras.

Ex: contra-regra vira contrarrega e mini-saia vira minissaia

HIFÉN

Permanece quando:

Sempre diante do h.

Ex: anti-higiênico, super-homem

Diante de duas vogais iguais.

Ex: micro-ondas e contra-ataque

Quando o prefixo termina por consoante e o segundo elemento começa pela mesma consoante.

Ex: inter-racial e super-resistente

Com os prefixos “circum” e “pan” diante de palavras iniciadas por m, n e vogal.

Ex: pan-americano

No prefixo “vice”

Ex: vice-rei e vice-presidente

Nos prefixos ex, sem, além, aquém, recém, pós, pré, pró.

Ex: ex-aluno, além-mar, pós-graduação, recém-casados

No prefixo “sub” diante da palavra iniciada por r.

Ex: sub-raça

TREMA

Não se usa mais.

LETRAS DO ALFABETO

O alfabeto passa a ter 26 letras. Foram reintroduzidas as letras K,W, Y.