Carta de um Bebum

O, meu amigo, Cer veja bem,
Campari as coisas e champanhe meu raciocínio:
A vida é Drurys, mas dá muitas vodkas;
Eu vinho de longe, só com um ponche nos ombros,
Estava kaiser desanimando, mas encontrei uma caipirinha
Ao passear no chopp, e me Amaretto nela.
Seu nome é Natasha, e apesar de já ter 51,
Estou vivendo uma paixão aguardente,
Por isso repisco:
Cer veja bem, nem tudo é rum,
E sempre pinga álcool de bom.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *