Sintomas de ser Curitibano

 

1. Roubei honestamente a canequinha do Submarino no Bar do Alemão.
2. Ensinei o que é penal
3. Fiz esquenta no Bar do Torto
4. Quase fui atropelado por um Biarticulado
5. Tomei tubão
6. Peguei o Inter II no sentido errado
7. Joguei boliche no Shopping Curitiba
8. Fui ao Parque Tupã ou Morenos Park no Pinheirão
9. "Professor Galdino, Professor Galdino, 45021”
10. Coloquei a mão no chafariz do Shopping Estação
11. Dormi no terminal esperando o madrugueiro
12. Comi cachorro quente prensado com frango, catupiry, etc…
13. Bebi no Largo da Ordem
14. Fui à feirinha do Largo da Ordem
15. Não tenho sotaque
16. Tomei caldo de cana com limão
17. Tomei quentão com gemada na feira de inverno na Praça Osório
18. Conheci a Família Folha
19. Tomei gengibirra e comi cuque
20. Vou ao shopping quando está chovendo.
21. Fui ao James Bar
22. Passei o carnaval em Matinhos. E não contei pra ninguém
23. Já comi um pastel numa lanchonete de japonês
24. Vi o ônibus de turismo de 2 andares mais nunca andei nele.
25. Dublei a mulherzinha do biarticulado
26. Ensinei alguém a falar LEITE QUENTE e não LEITI QUENTI
27. Ensinei alguém a comer pinhão
28. Reclamo de Curitiba, mas amo muito essa cidade.
29. Tirei uma foto no Jardim Botânico
30. Repeti BORBOLETA 13
31. Não aguento mais o Palácio Avenida
32. Almocei em Santa Felicidade no dia das mães
33. Não socializo no ônibus
34. Tenho parente "no norte"
35. Fiz churras no Parque Barigui
36. Finjo que estou dormindo no ônibus quando aparece um conhecido
37. Ainda não conheço a maioria dos pontos turísticos da cidade
38. Comi um X-Montanha
39. Parei na XV pra ver os palhaços
40. Fui à Boca Maldita para ouvir o que os velhinhos conversam
41. Fui à Festa da Uva
42. Entrei em uma loja qualquer só para me esquentar
43. Ensinei que piá e menino são a mesma coisa
44. Senti vergonha alheia do Oil Man
45. Falo do tempo para puxar assunto. "Tá frio hoje, né?!"
46. Já fiquei esmagada no biarticulado em pleno horário de pico
47. Li o Curitibinha
48. Entro no elevador e não dou bom dia para ninguém
49. Sentei no banco de trás do ônibus porque é mais quentinho
50. Defendo Curitiba mais do que a pátria

O que são Cartórios?

Diz-se de, ou lugar onde se guardam as minutas dos julgamentos, onde se fazem as declarações relativas aos processos.
Lugar onde funcionam os tabelionatos, os ofícios de notas, os registros públicos, e se mantêm os respectivos arquivos.

Os cartórios, mas corretamente denominados como Serviços Notariais e de Registral são aqueles de organização técnica e administrativa destinados a garantir a publicidade, autenticidade, segurança e eficácia dos atos jurídicos.

Esses serviços extrajudiciais, prestados por particular, por delegação do poder público, são os seguintes:

Notas: que lavram procurações, escrituras de todas as naturezas, reconhecem assinaturas e autenticam documentos

Protestos de Títulos: é aquele que formaliza, através da lei, o não pagamento de dívidas contraídas. É este cartório que dá condições de se executar judicialmente pessoa ou empresa a fim de receber pagamentos devidos.
Outra coisa importante : é aqui se faz a comprovação de que o empresário deixou de honrar uma dívida sua, fato que, depois, pode embasar o requerimento judicial de falência.

Registro de Imóveis: que fazem, nos termos desta lei, o registro e a averbação dos títulos ou atos constitutivos, declaratórios, translativos e extintivos de direitos reais sobre imóveis reconhecidos em lei para sua completa eficácia e validade reconhecida

Serviços de Registro de Títulos e Documentos e Civil das Pessoas Jurídicas: que registram os contratos, os atos constitutivos, o estatuto ou compromissos das sociedades civis, religiosas, pias, morais, científicas ou literárias, bem como o das fundações e das associações de utilidade pública; e registram, facultativamente, quaisquer documentos, para sua conservação, cabendo-lhe, também, a realização de quaisquer registros não atribuídos expressamente a outro ofício registral;

Serviços de Registro Civil das Pessoas Naturais: que registram os nascimentos, casamentos e óbitos e atos acessórios relativos a esses registros

Serviços de Registros de Contratos Marítimos e Serviços de Registros de Distribuição: funções de uso restrito a alguns poucos Estados brasileiros, tratando os primeiros de atos exclusivamente relativos a transações de embarcações marítimas, e os segundos, quando previamente exigida, da distribuição eqüitativa de serviços de que trata a lei 8935, e atos acessórios e complementares à função.